A famosa e liberal Amsterdã. Seus canais, seus parques, suas tulipas, sua fumaça e suas cervejas. Será que vale a pena pegar um voo da excelente companhia área KLM e aterrizar em terras Holandesas? Pois descubra agora de forma resumida e sincera, o que achamos e onde te indicamos ir na espetacular Amsterdã.

Parques, Tulipas e Primeiras Impressões

Aproveitamos uma excelente promoção da KLM rumo a Florença na Itália que permitia um “stopover” em Amsterdã. Quando você for para a Europa e o seu destino final não for a Holanda, tente pesquisar sua passagem no site da KLM com uma parada de dois dias em Amsterdã, os preços podem surpreender você.

No ultra moderno aeroporto não pegamos táxi e sim um ônibus para o nosso hotel, que ficava muito próximo a museus famosos como o Rijksmuseum (onde tem a famosa placa “I amsterda”) e o Van Gogh, além do espetacular e um dos maiores parques de Amsterdã: o Vondelpark.

Conscious Hotel Museum Square – Verde, bem localizado e com ótimo preço em 2014

Malas “largadas” no hotel e começamos a bater pernas. Primeira parada: Museu Rijksmuseum, mais especificamente a placa em sua frente.

Museo Rijksmuseum – Como não é nosso perfil “amar” artes, não entramos. Mas vale a foto
Como faz para tirar foto nesta placa? Que guerra não?

Como é gostoso caminhar por Amsterdã, sua casinhas, seus canais e suas flores te convidam a não parar mais de andar. Resolvemos então conhecer uma atração imperdível e super bem avaliada da cidade: o Vondelpark.

Foi aí que descobrimos que a “famosa placa” tem em todo lugar de Asmterdã. Rsrsrs
Olha o detalhe da coroa
Você pode andar, correr, andar de Bicicleta (o que tem de sobra na cidade) e beber algo. Este parque além de lindo tem tudo.

Fizemos essa viagem no mês de maio. Este mês, no hemisfério norte, corresponde a Primavera. E qual a característica principal desta estação? Sim: FLORES. E no caso de Amsterdã… Tulipas, muitas Tulipas.

De todas as cores, tamanhos e quantidades. É realmente lindo de se apreciar
Tulipas no Vondelpark

Caminhamos um pouco mais, fomos ao Museu Van Gogh (se você se interessa por arte acreditamos que é parada obrigatória), apreciamos mais Tulipas e estávamos prontos para uma atração imperdível.

Cada equina é um clique

Canais, Bicicletas, Coffee Shops e a Casa de Anne Frank

Existem muitas companhias que oferecem passeios de barco pelos canais de Amsterdã. No nosso caso, compramos ingressos ainda no Brasil pelo site da Blue Boat Company a 15 euros cada (em 2014 para um passeio de 1 hora sem jantar mas com uma taça de vinho). São várias as opções no site. Optamos por conhecer os famosos canais ao final da tarde. Nosso veredicto: VALE MUITO A PENA. Os canais são lindos, o atendimento é impecável e nos arriscamos a dizer que foi uma experiência melhor que os famosos canais de Veneza. (Quer saber mais sobre nossa experiência em Veneza? Clique aqui)

Todos os Barcos são bem aconchegantes, com boa visibilidade e áudio guia em Português
Saúde
A cor dos Canais não chama a atenção, mas as paisagens ãs suas margens encantam
Noite e Luzes Chegando…

No dia seguinte usamos bastante do transporte público da cidade para conhecer outros pontos turísticos. E ele funciona muito bem! Use e abuse.

Ande muito, ande por tudo!
E aquela foto tradicional não iria faltar
Casa de Anne Frank

A história de Anne Frank retrata de forma muito emocionante como foi terrível a perseguição dos nazistas aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial. Conhecer a casa onde se passou todos os fatos do famoso livro “Diário de Anne Frank” certamente é algo interessante de se fazer. No nosso caso acabamos por não entrar pois as filas estavam enormes e não havíamos comprado nossos ingressos antecipados.

Existem muitas feiras a céu aberto, os famosos Mercados de Rua

Nesses mercados de rua é possível encontrar de tudo. O que mais nos chamou a atenção nestes lugares foram a variedade imensa de sementes de Tulipa ã venda e as “comidinhas” holandesas  (notadamente os doces) que são de dar água na boca.

Turistando (abre o olho Gisele!)

Agora nossa consideração rápida sobre os Coffee Shops e a Famosa Rua “da luz vermelha”.

Você fuma maconha ou quer experimentar? Ótimo, nos Coffe Shops você terá essa oportunidade, tudo dentro da legalidade.

Você quer pagar por um serviço de prostituição ou ver essa atividade por vitrines? Então a Red Light District pode ser uma.

Particularmente não nos interessamos por nenhuma das duas.

Heineken Experience. Fechando com Chave de Ouro

A maioria das pessoas gosta de cerveja. E mesmo as que não gostam vão achar muito interessante ir na fábrica original da cerveja de garrafa verde mais famosa do mundo.

Cervejaria Heineken

É muito divertido e interessante esse passeio. Por um preço justo, você irá descobrir como a cerveja surgiu, as máquinas e ingredientes usados, videos e áudios interativos, Champions League e óbvio uma bela Heineken gelada. Na saída ainda existe uma loja com inúmeros produtos da marca. Não resistimos e compramos até uma pequena caixa térmica toda verdinha (naquela época ainda era possível duas malas de 32 kg cada um).

Uma das primeiras garrafas

Em Dublin visitamos a Guinness Experience. Particularmente achamos a última até melhor que a da Heineken, mas sem sombra de dúvidas as duas são paradas obrigatórias.

Beba com Moderação

Essa cidade nos surpreendeu muito positivamente. Povo educado, cidade limpa e organizada, atrações lindas. Não deixe de conhecer Amsterdã, temos certeza que ela irá te surpreender também.

 

Quer saber mais? Siga nosso Instagram, ou comente. Não deixe ainda de espiar como personalizamos e planejamos todas as nossas viagens em nosso E-book “Criando sua Própria Viagem”, (clique aqui para saber mais).

Grande Beijo e até breve.

 

Viajantes, Investidores, Apaixonados um pelo outro e pelo Balbo.

Deixe uma comentário