Há um ano atrás, o Papa Francisco realizou uma visita ao Campo de Concentração Nazista que mais causou mortes durante a segunda guerra mundial. Quem conhece a história sabe que este foi o local onde aproximadamente 1.3 milhões de pessoas foram assassinadas, em sua maioria Judeus.

Mas qual a relação entre Auschwitz, Wadowice e o Papa Francisco? Apenas uma palavra responde a questão: Esperança.

Deixa eu contar essa história para você compreender onde eu quero chegar.

Novembro de 2016. Estávamos no meio de uma linda viagem pela Alemanha e Leste Europeu. Já havíamos passado por cidades como Munique, Hallstatt e Cracóvia na Polônia. Foi desta charmosa cidade que partimos bem cedo rumo a dois destinos diferentes mais cheios de emoção.

Após 52 km em estradas Polonesas da mais alta qualidade chegamos a cidade onde nasceu o Papa mais popular até a chegada do nosso atual papa (porque creio que Francisco é ainda mais Pop): João Paulo II. Sim, eis que Wadowice desconhecida para muitos mas muito visitada principalmente por católicos e devotos do Santo Padre abriga a casa onde nasceu Karol Józef Wojtyła e também a igreja de sua primeira missa.

Estátua em frente a Igreja da Primeira Missa do Papa João Paulo II

 

A igreja é o principal ponto a se visitar em Wadowice na Polônia

 

O Interior da Igreja.

Vale destacar que das centenas de Igreja que já visitamos em nossas vidas algumas transmitem certas energias positivas inexplicáveis e esta com certeza foi uma delas.

 

Ampola com sangue do Papa

 

Após visitar a igreja entramos no Museu que fica na antiga casa do Papa. Esse museu está ao lado da Igreja e foi uma grata surpresa. O Museu é totalmente interativo e guiado por uma freira que no nosso caso falava em Inglês (acredito não ter a opção em Português mas não vai te fazer falta). Os recursos de som e vídeo são de alta qualidade. No museu você encontra fotos, videos, roupas, muitas histórias da vida antes e pós papado além de outras coisas interessantes e inspiradoras.. Ele também possui a Arma bem como a roupa ensanguentada do dia em que João Paulo sofreu uma tentativa de assassinato em 1982.

Primeira Sala do Museu. Não era permitido fotos e como a freira tinha cara de brava só arriscamos essa mesmo

Agora, independente de sua religião ou crença, precisamos aceitar que existem pessoas que vieram ao mundo para fazer o bem, transmitir a todos energia positiva e acima de tudo esperança. Já conhecíamos (obviamente) o Papa João Paulo, mas ter o privilégio de estar em um local tão sagrado e histórico só nos fez ter mais admiração pelo Santo Padre.

Já era meio dia e nosso passeio em Wadowice havia terminado e o que nos esperava a seguir de certa forma estava nos trazendo um sentimento oposto a tudo o que sentimos naquela linda manhã. Mesmo assim partimos e somente 35 km depois (é isso mesmo, um dos locais de maior crueldade da história era praticamente vizinha de onde nasceu um dos maiores papas da história) chegamos ao Campo de Concentração de Auschwitz.

Entrada do Campo de Concentração

Muitas pessoas nos perguntam como conseguimos entrar nesse local e se a energia era muito pesada. É importante antes de visitar este local conhecer mais sobre o Holocausto e o sentido disso tudo. Já havia estudado antes sofre o assunto e não cabe neste artigo explicá-lo. O que eu posso dizer é que o maior sentimento que pude sentir foi de frustração e certa raiva naquele momento. O Holocausto e este Campo de Concentração nasceram da intolerância, ignorância, maldade e falta de amor de um senhor de sobrenome Hitler. Que bom que isso foi na década de 40 não é mesmo? Hoje em dia vivemos em um mundo muito melhor e sem intolerância, maldade, falta de amor……

Réplica de Vagão que transportava os prisioneiros

 

O Campo é muito grande, por isso tantas pessoas foram mortas em tão pouco tempo

 

Várias placas e informações estão disponíveis. A entrada é de graça e você pode ficar horas andando por aqui

 

Placa de Homenagem as Vítimas

Todas as pessoas do planeta deveriam visitar este local. A humanidade precisa ser alertada (como diz a placa) do que o próprio homem fez e ainda é capaz de fazer a si próprio.  Lugares como esse precisam existir para despertar nas pessoas um censo de humanidade e acima de tudo esperança. Sentimento este o qual João Paulo II,  Papa Francisco, eu e você sempre devemos compartilhar, pois a maior certeza que existe hoje no mundo é que os bons são a maioria e essa maioria vai vencer a intolerância, o preconceito e a falta de amor que insiste em fazer o mal por aí. Só assim poderemos gritar com todo o ar de nossos pulmões: Auschwitz nunca mais!!!

 

Que essa belíssima imagem do interior da Igreja de Wadowice ilumine os seus passos e das pessoas ao seu redor para todo o sempre

Após visitarmos estes dois lugares inspiradores partimos ao entardecer para Praga.

E então, pronto para ser uma pessoa ainda melhor? Faça uma visita a estes dois lugares no mesmo dia. Vale muito a pena!

Comente, envie email para feriastodentro@gmail.com, siga nosso Instagram . Ficaremos muito felizes em poder interagir com você e quem sabe tentar fazer o seu dia melhor e mais cheio de esperança.

Até Breve

Dênis e Gisele

Viajantes, Investidores, Apaixonados um pelo outro e pelo Balbo.

Deixe uma comentário