O Cartão de Crédito com seus juros estratosféricos é sempre apontado como o grande vilão e inimigo das Finanças Pessoais. Quando se une ao Cheque Especial, vira quase uma quadrilha. Mas afinal, Cartão de Crédito é um Vilão ou Melhor Amigo? A resposta vai depender única e exclusivamente de você. Quer saber como transformá-lo naquilo que você deseja? Acompanhe a sequência deste artigo.

Cartão de Crédito versão Vilão

Vamos começar pelo lado mais famoso do nosso companheiro de plástico.

De acordo com os dados do Banco Central em Maio de 2017 os juros anuais do Cartão de Crédito estavam na casa de 490,3% ao ano.

Significa que se eu deixo de pagar R$ 1.000 da minha fatura no mês (pago só o mínimo por exemplo) eu posso ao final dos 12 meses estar devendo quase cinco vezes o valor da minha dívida? Exatamente isso! Na verdade pode ser até mais, pois caso você não pague na data de vencimento pode ocorrer outras multas e juros em cima. Que filme de terror dos bons não?

Apesar da brincadeira o assunto é seríssimo e atinge milhares de brasileiros a todo o momento.

Você anda pagando o mínimo de sua fatura? Está na hora de dar uma basta! Pare imediatamente de gastar no seu cartão de crédito e leia este artigo antes de continuarmos: Sou um consumista? Para onde está indo o meu dinheiro?. Nele você terá algumas dicas para começar a lutar contra um inimigo poderoso e forte aliado da versão vilão do cartão: o Consumismo.

Muitas pessoas quando percebem que não conseguem mais pagar sua dívida cortam o cartão, jogam ele fora, etc. Não faça nada disso, Momentaneamente apenas pare de usá-lo em coisas que você não precisa nesse momento. “Picotar” seu cartão só vai fazer você pagar uma segunda via de plástico mais a frente.

A partir do momento que você conseguiu parar de gastar nele você está quase pronto para conhecer a outra versão do cartão.

Caso sua dívida seja muito alta e você não consiga ainda pagar o valor total da fatura no mês, procure seu banco ou administradora do cartão e solicite o parcelamento dela. Todas as Instituições Financeiras vão lhe proporcionar juros muito mais baixos do que o atual que você está pagando. Inclusive já existe lei que obriga os bancos a lhe oferecer o parcelamento ou pagamento a vista. Exemplo: se você fizer uma fatura de R$ 1 mil, mas pagar apenas R$ 150, você entra no rotativo apenas por um mês. Ou seja, depois de 30 dias, a sua conta sobe de R$ 850,00 para R$ 948,72. A partir deste momento, de acordo com a lei, alguém do seu banco vai ter que entrar em contato com você para lhe oferecer a opção do parcelamento. Anteriormente isso não acontecia e você podia ir pagando o mínimo todo mês, quando você se dava conta sua fatura estava impagável. Usando o exemplo anterior sua dívida já estaria em R$ 1.708,90 depois de apenas 6 meses!

RESUMO: você tem que ter em mente qual o máximo por mês que você pode gastar no cartão. Use aplicativos, planilhas, sms ou um caderninho mesmo para anotar tudo o que você gasta no cartão e assim poder ficar dentro do seu orçamento. A partir do momento que você cria esse hábito começa a surgir outra versão do nosso parceiro de carteira.

Cartão de Crédito versão Melhor Amigo

Afirmo para você que o Cartão de Crédito consegue facilmente ser o melhor amigo de todos, que saber como? Coloque todos os seus gastos mensais possíveis dentro dele, desde o cafezinho até a compra de todo o material da reforma da sua casa (se seu limite permitir é óbvio) e o mais importante, sempre na função CRÉDITO.

OK, algumas pessoas se confundem um pouco aqui. Todos dizem que o cartão de crédito tem os maiores juros e pode ser muito perigoso em função da facilidade de comprar. Tudo isso é verdade. Mas lembre-se que neste momento você já não paga mais o mínimo do seu cartão, faz algumas perguntas antes de toda compra para evitar um consumo desnecessário e já tem na ponta do lápis o máximo que você pode gastar no cartão mensalmente. Hora de relaxar e aproveitar os bônus e vantagens a seguir:

Pontos no Cartão

Alguns chamam de milhas, mas hoje é pontos mesmo. De forma resumida funciona mais ou menos assim. Toda sua compra na função crédito você ganha uma pontuação que pode variar de 0,5 pontos a 2,5 pontos por dólar gasto. Ex: Passei três tanques de combustível no mês no crédito gerando um total de R$ 450,00. Na cotação de hoje o dólar esta a R$ 3,15, portanto estes R$ 450,00 valem $ 142 (450/3,15) dólares e caso seu cartão lhe dê 1,5 pontos por dólar (a maioria dos Platinum, Grafites e “Cinzas” vão lhe dar isso no mínimo) você já garante 213 pontos.

É aí que a coisa fica legal. Com esse pontos você compra tudo o que você pode imaginar: cuecas, fogões, Tvs, malas, ingressos para cinema…..enfim, praticamente tudo o que o dinheiro compra. Até mesmo transformar seus pontos em dinheiro (isso mesmo) você consegue. Coloque no Google: venda de pontos do cartão. Você vai se surpreender com a quantidade de sites que compram pontos.

E o que você precisa para poder ter a oportunidade de ter essas vantagens? Apenas gastar no seu cartão.

Nós particularmente usamos nossos pontos apenas para uma coisa: Passagens áreas!  Miami, Las Vegas, Orlando e Frankfurt na Alemanha foram compradas somente com pontos nos últimos 6 anos. Quatro viagens ida e volta para duas pessoas para estes quatro lugares fantásticos apenas criando o hábito de passar TUDO o que for possível no cartão de crédito (débito não dá ponto!)

Veja, você não precisa gastar horrores no cartão para ganhar mais pontos, gaste apenas o que está programado dentro dos seus custos mensais ( Café, Cinema, Combustível, Petshop, Restaurantes, Mercado e tudo mais que aceita um cartão). Apenas mudando seus hábitos (andar com menos dinheiro em espécie na carteira e deixar o débito de lado) em breve você estará viajando de graça.  Aqui cabe uma última observação sobre o assunto, dei o exemplo de 4 destinos internacionais que obviamente custam mais pontos. Se tivéssemos optado por viajar somente dentro do Brasil, sem sombra de dúvidas poderíamos ter viajado com pontos para no mínimo 12 destinos diferentes nestes mesmos 6 anos.

Seguro de Viagem

Quem já viajou para o exterior sabe da importância e obrigatoriedade de um seguro principalmente para despesas médico hospitalares. As Agências de Viagens costumam te vender estes seguros. Na Internet também existe. Agora muitas pessoas não sabem que ao comprarmos uma passagem área no nosso cartão de crédito ganhamos inteiramente de graça esse seguro. Visa e Master tem até sites específicos para você emitir sua apólice. As coberturas e regras são pré definidas e variam de acordo com sua modalidade no cartão.

Outras Vantagens

A guerra entre os bancos, programas de fidelidade (smiles e multiplus por exemplo) e as bandeiras de cartões (Visa, Master e ELO) tem sido muito boa para nós. Cada vez mais pré vendas em shows, bônus do tipo “passe 150 reais no seu cartão e ganhe 50 reais na próxima fatura”, participação em sorteios e prêmios instantâneos surgem para alegrar nossas vidas e encher nossos bolsos seja de dinheiro ou pontos. E qual o único pedido: FAÇA SUAS COMPRAS NA FUNÇÃO CRÉDITO.

 

Anuidade, Modalidades e Últimas Dicas

Perceba que o uso consciente do Cartão de Crédito vai lhe trazer muito, mas muito mais benefícios que desvantagens. Com relação a anuidade a regra é bem simples: se você tem uma boa média de gastos no seu cartão dificilmente você pagará anuidade. Isso porque o verdadeiro ganho dos Bancos e Bandeiras não vêm da anuidade que pagamos e sim das taxas que as empresas, lojas e comercio em geral pagam para poder disponibilizar a máquina. Cada vez que você passa seu cartão no crédito em uma loja, em média 3% do valor daquela sua compra o lojista paga para a administradora do cartão… já imaginou quanto dinheiro isso dá para Bancos, Visa, Master, etc?

Negocie sempre com seu Gerente ou Financeira a isenção da sua anuidade, você vai na maioria das vezes ganhar esse benefício ( a não ser que você não gaste quase nada, aí certamente você pagará anuidade).

Importante neste ponto apenas definir a modalidade do seu cartão (independente da bandeira) se é Internacional, Platinum ou Black/Infinite (existem muitas outras, mas essas são as mais famosas). De maneira geral a regra é esta: Quanto mais pontos o seu cartão lhe oferecer, mais cara será sua anuidade e mais gastos você precisa ter para isentá-la. Portanto sempre questione a administradora do seu cartão qual a modalidade mais adequada ao seu consumo mensal.

E então? Pronto para gastar muito no seu cartão de crédito ( sempre dentro do seu orçamento é claro)?

Se você tiver mais dúvidas sobre o assunto envie email para feriastodentro@gmail.com ou comente logo abaixo, ficarei muito feliz em te ajudar.

Aproveite também para acompanhar um  pouco das nossas viagens “patrocinadas por pontos” no nosso Instagram e curta ainda nossa página no Facebook.

Em Breve falarei mais sobre dinheiro por aqui.

 

Viajantes, Investidores, Apaixonados um pelo outro e pelo Balbo.

One thought on “Cartão de Crédito: Vilão ou Melhor Amigo?”

Deixe uma comentário