Lembram que comentamos no artigo anterior (Sim..Eu Aceito! A Magia do Amor por Trás do Casamento) que um  casal muito querido iria casar? Pois então… Ficamos tão empolgados  refletindo o que essa nova fase representa na vida de um casal, e o por quê a maioria dos casais busca esse tipo de relação pra si que resolvemos que o assunto precisava ser melhor aprofundado.

E o que dizer sobre  essa nova etapa de vida? Sobre essa fase que a gente precisa reaprender a dividir e a cooperar? Ainda mais no caso de se tratar de duas pessoas diferentes, a qual não cresceu com você, não recebeu a mesma educação e valores. E como saber se vai dar certo? E o medo? De tentar e não dar certo? É normal?

Todas essas questões surgem no momento do tão esperado sim, e é perfeitamente normal. O próprio ser humano enquanto indivíduo racional tende a estar sempre se questionando. Imagina quando isso envolve outra pessoa…. Pois é….

Na vida nada vem de graça e as coisas precisam ser conquistadas. Foi assim que aprendemos, e acreditamos que assim sempre será. E isso não muda depois do casamento, na verdade fica até um pouco mais fácil, pelo fato de os sonhos serem compartilhados e você ter um parceiro para dividi-los.

Mas o que faz essa relação a dois ser tão valiosa?! Tudo! Pois trata-se de uma relação de inteira doação. Relação esta em que pára-se de pensar no “eu” e passa-se a pensar no “nós”. Onde tudo que é feito é pensando no outro. Na felicidade do parceiro, no seu bem-estar. Ou seja, como diria Mário Quintana, “Amar é mudar a alma de casa, é ter no outro, nosso pensamento”.

Trata-se de uma relação tão única pois  é quando você descobre que você encontrou o seu lugar. Que o seu lugar é estar ao lado daquela pessoa, em nenhum outro mais, para o que der e vier. É uma relação em que você agradece pela  vida que você jamais imaginou que ia ter um dia, pelo amor que você nunca imaginou que fosse capaz de sentir…

E quando a Bíblia fala de amor? Bem, ela o mede não pelo quanto você deseja receber, mas pelo quanto de si mesmo está disposto a entregar a alguém. Quanto você está disposto a perder por essa pessoa? Quanto tempo você está disposto a passar com essa pessoa?! E isso resume basicamente essa relação. Ninguém perde, todos ganham.

E ainda no meio de todo esse sentimento é possível perceber que na verdade os envolvidos foram lapidados pouco a pouco. Seja no amor que presenciaram dia a dia em suas casas, no amor com que cresceram, nos próprios amores antigos para saberem que aquela não era a sua alma gêmea. E nesse momento nota-se o quão indispensável foi o amor em família, mas principalmente o amor dos pais para com seus filhos.

Amor este, na maioria das vezes, incondicional e isso pela vida inteira. Os pais possuem esse papel, o de transmitir a vida e o amor pleno a outra pessoa, pois é pelo exemplo, pelo carinho e pela dedicação deles que o caráter do filho é formado. Não há o que não possa ser feito no amor dos pais pelos filhos. Um amor que literalmente move montanhas.

E é justamente esse amor que acabamos de citar que acalentou nossos corações até agora, que nos impulsionou para o que almejavámos para as nossas vidas, que nos levantou em nossas quedas, que acreditou em nós quando até nós mesmos não acreditávamos mais. Esse amor de pai e mãe que a gente vê todos os dias, esse amor entre o casal que nos fez buscar o mesmo para nossas vidas. Realmente, tivemos o melhor exemplo.

Enfim, no fim das contas a vida e o próprio destino dão um jeitinho para que as coisas se acertem da forma como devem ser. Se pararmos para pensar desde crianças fomos preparados para isso. Passamos pelas várias fases de vida tendo sempre pessoas queridas por perto, e que ao mesmo tempo nos serviram de exemplos de vida e de relacionamento. Nem sempre as coisas acontecem da melhor forma. Às vezes em nossa vida nos deparamos com situações com as quais não estávamos preparados, seja o divórcio dos pais, a morte da avó, ou de alguém muito presente…. Foram fatos que aconteceram para que nos tornássemos as pessoas que somos hoje.

Sendo assim, viva por inteiro e aproveite sempre os momentos em família. Eles serão a sua base para saber o que esperar de uma relação a dois. Pelo menos no nosso caso foi assim. E quando você encontrar o seu amor, desejamos que a relação de vocês seja única, e que o amor entre vocês seja infinito, que um aconchegue o outro por inteiro, e que vocês se compreendam do jeitinho que vocês são. Bem… Esperamos ter tocado seus corações com a mesma emoção, inspiração e entusiasmo com a qual sentimos essa nossa relação de casal, sem a qual hoje já não sabemos mais viver….

E você, está preparado para fazer seu companheiro(a) feliz?

 

 

Viajantes, Investidores, Apaixonados um pelo outro e pelo Balbo.

Deixe uma comentário