A pergunta é essa mesma, tente responder: você está realmente feliz?!

E se algo acontecesse que te fizesse se questionar em todas as áreas da sua vida?! Você já se perguntou se  realmente o que estamos fazendo e pelo que estamos lutando está valendo a pena? Pra quem estamos fazendo isso?! Será que é para nós mesmos? Ou estamos apenas seguindo a maré e a rotina e estamos agindo sem pensar no que queremos para o nosso amanhã, para a nossa felicidade.

Faz algum tempo que questões como estas vem nos incomodando. E nesse mar de afazeres, rotina, dinheiro para pagar as contas, vamos levando o que tem dias que parece intragável de se levar. Estes dias não são a maioria, mas aparecem constantemente.

E quando temos algum tempo para pensar é que realmente nos perguntamos  se estamos felizes, emocional  e profissionalmente. Será?! Será que todos aqueles nossos sonhos de quando ainda fazíamos o ensino médio foram alcançados? Acredito que não né?! Grande parte deles eram apenas desejos momentâneos e inalcançáveis, tais como ter uma vida boa e cheia de dinheiro para não trabalhar; estar rodeado de amigos que sempre te chamam pra sair, entre tantos outros.

Pois é meus amigos…. O tempo ensina, o tempo cura. Enfim, quando a gente cresce conseguimos enxergar que vários dos nossos sonhos da época de adolescência nada mais eram que anseios bobos e infantis. A vida adulta pela qual sempre esperamos é uma fase muito de escolhas e de acontecimentos que nada se parecem com o que imaginávamos. Essa fase tem muitas experiências maravilhosas, tais como a formatura, o casamento,  o nascimento dos filhos…. Mas com ela vem uma série de responsabilidades as quais nem sempre estamos preparados para assumir.

Na verdade a vida é assim. Nem sempre estamos preparados para tudo. Podemos até tentar nos calçar… Mas estar preparado para tudo é impossível. Das várias situações que acontecem não estamos preparados nem para a metade. A vida nos prega muitas peças, seja o cachorro que morre, a amiga de longa data que casa e nunca mais dá notícias, aquela doença inesperada naquela pessoa mais querida, a mãe que perde seu filho…. São tantas as situações.

E é aí que entra esse nosso incômodo de já algum tempo. Estamos vivendo plenamente?! Estamos realmente tendo a vida que gostaríamos de levar e indo atrás dos nossos sonhos ou estamos aqui trabalhando 08 horas por dia por ter medo de tentar algo diferente, mas que poderíamos nos sentir realizados?! Pois bem…. Vamos tentar mudar nosso rumo?! Vamos tentar experimentar coisas novas?

Nos últimos meses temos pensado bastante nisso. Adoramos o tempo que passamos com nossa família, mas repetidas vezes nos perguntamos se não deveríamos estar em outro ponto no que diz respeito às nossas vidas profissionais. Será mesmo que dinheiro é tudo que importa?! Será que não é possível viver com menos mas fazer algo bom que você se identifique e que se sinta extremamente realizado?!

Mas então vem a dúvida…. Vamos fazer o que? Não temos a mínima noção do que gostamos e do que queremos fazer profissionalmente. Pois bem, isso é a realidade de muitos. Mas acredite (e é onde estamos já há algum tempo) é possível pouco a pouco ir tentando tatear esse problema para chegar a uma solução. Tente começar a ler sobre assuntos que você gosta, fazer coisas que te dão prazer. Há várias opções pra você começar a tentar, seja cozinhar, montar aquele álbum de scrapbook que você já se programa há meses, ou até mesmo, sair com o cachorro para passear. Tente experimentar coisas diferentes e identifique do que você gosta. Comece também a gastar uma parte de seu dinheiro em experiências e não coisas.

Tente colorir sua vida. Saia com aquele amigo que você já não via há mais de um ano, converse com as pessoas, volte a almoçar com seus pais no fim de semana. Faça aquilo que te faz bem, extremamente bem, mas que a sua rotina já não permitia. Aos poucos, talvez você se encontre. Ou talvez você descubra que já estava no lugar certo. Não há como saber. É preciso se descobrir, experimentar, viver….

A possibilidade que temos de tentar todos os dias depende somente de nós mesmos. Às vezes nos encontramos tão engessados depois de certas situações vividas que parece impossível mudar nosso roteiro de vida. Mudança significa não saber ao certo o que irá acontecer e isso amedronta o ser humano. Mas fique calmo…. Isso acontece com a maioria das pessoas. É uma forma de auto defesa. E no fim, toda situação acaba nos trazendo uma experiência de vida e nos fortalece ainda mais.

Essa questão de nos redescobrirmos é normal. Ninguém nasceu pronto e sabendo de tudo. É necessário todo esse aprendizado até para crescermos como pessoas. Sendo assim, não desista. Nem sempre é fácil descobrir onde se encontra a nossa satisfação pessoal e profissional. É um processo do ser humano, e por mais que pareça que os outros estejam bem resolvidos com relação a esse assunto, não é bem assim que acontece.

Seja no nosso lado pessoal e/ou profissional, que saibamos descobrir o verdadeiro significado de nos sentirmos bem conosco mesmo, e que a nossa companhia seja a nossa melhor amiga. Quem sabe assim não nos encontramos por completo e possamos finalmente dizer (nem que seja por alguns dias da semana): EU SOU FELIZ!

Viajantes, Investidores, Apaixonados um pelo outro e pelo Balbo.

Deixe uma comentário