E está chegando ao fim nossa minissérie. E nada mais justo que encerrar essa extraordinária viagem com as mais belas jóias das Rochosas Canadenses: os lagos Louise e Moraine.

Agora se você perdeu o início desta história clique no link abaixo e fique por dentro de toda a sequência desta aventura:

Montanhas Rochosas Canadenses: Vale a pena? Roteiros Parques Jasper e Banff (Parte 1 de 4)

A Trilha mais linda de nossas vidas.

Os lagos Louise e Moraine estão próximos um do outro. Os dois sem sombra de dúvidas são as grandes atrações da região, mas não é só isso. Cada um deles possui trilhas para todos os gostos e idades e elas são absolutamente incríveis!

Em virtude do nosso tempo resolvemos fazer uma das mais populares do Lake Louise (não a mais leve) que é a da Tea House (casa de chá), finalizando com o mirante Big Beehive.

Tênis confortável, água e comida na mochila e às 09:30hs de um dia ensolarado e até friozinho (naquele horário fazia uns 6 graus) começamos nossa subida. Tudo (como em todas as trilhas que presenciamos nos parques de Jasper e Banff) muito bem sinalizado e limpo.

Uma subida com o Lago Louise a esquerda
Primeira parada: Mirror Lake
Mirror Lake
Quase 3 km de subida desde o Lake Louise e estávamos quase chegando na segunda parada: a Lake Agnes Tea House

Perceba na placa que existe o Little Beehive que também é um mirante com uma vista muito bonita do Lago Louise, mas como estávamos com as pernas inteiras e empolgados, resolvemos ir até o BIG Beehive.

Quanto mais alto, mais paisagens
Aquela cachoeirinha básica
À esquerda fica a Tea House

Esta casa de chá está a beira do lindo Lago Agnes e é parada obrigatória para quem sobe a trilha (a maioria das vezes é o destino final também). Ela não tem eletricidade nem água. Uma família é que a administra e tudo é preparado de forma caseira. Para você ter uma idéia, os mantimentos chegam toda manhã de cavalo e ás vezes de helicóptero. Sopas, pães, café e obviamente muitas opções de chá extremamente saborosos são servidos. Em virtude do movimento, existe a chance de você não conseguir lugar para sentar e seu pedido pode demorar um pouco, mas a experiência vale a pena.

Lake Agnes
E continuamos a trilha rumo ao mirante Big Beehive
Já no lado oposto à Casa de Chá, neste momento iríamos começar a subir aquele morro da direita

 

E era uma subida daquelas. Prepare o fôlego
Mas o destino final compensa! Uma das mais belas vistas do Lago Louise
Fantástico. Aproveitamos inclusive para fazer nosso almoço nesta pedra e com essa vista ao fundo.
Na volta deu até para tirar lindas fotos no pico do morro.

Existem inúmeras outras trilhas que vão até mais longe que essa que fizemos. Mas aqui resolvemos falar apenas da que fizemos. Iniciamos assim, nosso retorno (morro abaixo) e por volta das 16:30hs já estávamos a beira do Lake Louise. Portanto, foram 7 horas de trilha, com muitas paradas para fotos e com passo bem tranquilo, portanto não se assuste e aproveite!

O encantador Lago Moraine (Moraine Lake)

Tanto o Moraine quanto o Louise são famosos pela perfeita imagem que formam. Seu morros nevados, com árvores, rochas e um lago de cor incrível ao meio parecem uma obra divina.

Agora para tudo isso dar certo e você ter a chance de conseguir bater aquelas fotos que você pesquisou no google temos que ser sinceros com você: depende muito do dia. Precisamos de dois fatores principais para o ápice das fotos: sol e nada de fumaça ou névoa. Outra dica é não ir no Louise ao final do tarde (apesar de ser lindo também…) porque os sol reflete na água espelhada e acaba tirando um pouco da cor verde azulada. Já no Moraine isso não ocorre e os finais de tarde costumam ser bem disputados.

Estivemos três vezes no Louise e duas no Moraine e infelizmente só conseguimos aquelas fotos de cinema em uma oportunidade no Moraine mesmo. Mas todas essas cinco paradas foram encantadoras e não nos decepcionaram nem um pouco.

Feita essa “choração” vamos falar de nossa primeira princesa?

Lago Moraine

A dica que fica é com relação ao estacionamento pois ele é limitado e dependendo do horário que você chegar é possível que ocorram dificuldades para estacionar. Vai cedo mesmo que não tem erro.

Olha a cor dessa água? (não tem filtro nenhum ok)

Assim como o Louise, no Lake Moraine existe banheiro, local para comer e muitas trilhas. Existe um hotel a beira do Lago e certamente deve ser bem salgado. Apenas andar ao redor do lago já é uma grande atração e se você tiver a oportunidade de alugar uma canoa, vá! Não conseguimos alugar e nos arrependemos por isso. Agora prepare o bolso: 90 dólares Canadenses a hora! No Louise é 100 dólares a hora.

Moraine com Fumaça
Moraine sem fumaça (Tá vendo como as condições do clima e a sorte influenciam..)
Lugar raro
Já comprou sua passagem?

Esse lago, na nossa humilde opinião, foi a grande surpresa da viagem. Apesar de já termos visto antecipadamente belas referências na internet sobre ele parecia sempre que o Lake Louise era muito superior (pelo menos dava a impressão), mas a nossa experiência com ele superou e muito nossas expectativas. Podemos fazer uma fofoca? Não conta para a Louise….mas o Moraine ganha rsrsrs.

O Famoso Lake Louise

E está chegando ao fim nossa história. E a cereja do bolo só poderia ser em um dos locais mais lindos e intrigantes do planeta. Mesmo achando o Moraine mais belo é obvio que o Louise é tão extraordinário quanto, assim como o Peyto Lake, o Talbot e tantos outras jóias que já mostramos aqui. Na verdade é até injusto dizer que esse ou aquele é mais bonito porque na verdade todos tem um beleza única.

Lago Louise

Lembra quando falamos sobre momentos para tirar fotos?

De fato, o sol influencia e sua presença irá lhe proporcionar o efeito da foto abaixo…. (Mas não o do final do dia nem o do início da manhã)

Perfeição

… o que no nosso caso  aconteceu de forma diferente em virtude da luz solar, da fumaça e da falta de sorte também.

O Lago Louise junto com o Glaciar Athabasca são os locais com maior infraestrutura das Montanhas Rochosas (é o mais cheio de turistas também). Seu estacionamento é muito maior que o do Moraine mas no verão pode lotar e faltar vagas. Tem também um grande banheiro público, restaurante, lojas e café. Existe um fascinante hotel a beira do Lago que é o The Fairmont Chateau. Ele é bem caro, mas quanto vale dormir e acordar no paraíso?

Você pode facilmente reservar no mínimo 2 dias inteiros nessa região para aproveitar bem as trilhas e os lagos, além de dar umas escapadinhas no “Moraine”.

Patrimônio da Unesco
Como não amar? (essa foto era pouco antes do meio dia, mas a água estava em 60% do seu esplendor….só faltou o sol)
Esse é provavelmente o melhor horário para aquelas fotos de cinema (por volta das 14 hrs). Mas também é o melhor momento do alto da trilha do Big Beehive

E agora, as Rochosas valem a pena?

Na primeira parte de nossa história (link aqui) abrimos nosso artigo com o seguinte título: Montanhas Rochosas Canadenses: Vale a pena?

O que você acha? Vale?

Já tivemos a oportunidade de passar por centenas de lugares pelo mundo, mas tanta natureza e perfeição juntos em um só lugar encontramos somente aqui nas montanhas rochosas. Não é à toa que esta viagem entrou para nosso seleto grupo “TOP 5 destinos feriastodentro” (anteriormente TOP 4), ganhando um status tão inimaginável como as Ilhas Faroe, por exemplo (artigo aqui).

Algo também que você tem que somar é a educação e a presteza do povo Canadense. Que país….que povo!

Portanto, se você ainda está pensando se vale a pena ir… PARE imediatamente de pensar e compre sua passagem! Apenas seguindo as dicas que lhe passamos nestes 4 artigos temos certeza que sua trip será inesquecível.

 

Quer saber mais sobre as montanhas rochosas? Deixe seu comentário, siga nosso Instagram para saber das últimas atualizações ou curta nosso Facebook.  Será um grande prazer interagir com você.

Até a próxima história.

 

Viajantes, Investidores, Apaixonados um pelo outro e pelo Balbo.

3 thoughts on “Montanhas Rochosas Canadenses: É a vez das jóias Louise e Moraine. Roteiro Parques Jasper e Banff (Parte 4 de 4)”

  1. Gente!!! Que viagem fantástica! !
    Ficamos um mês em Toronto estudando e não conseguimos ir para essa região, vai ter que ficar para a próxima.
    Adorei as dicas.
    Bjoss
    @mimiedeopelomundo

Deixe uma comentário